IMPLANTES DENTÁRIOS: A ODONTOLOGIA ANTES E DEPOIS

Data: 27/11/2013

Autor: Comunicação Dr.Tiago


Existem momentos que são únicos na história do mundo: a descoberta da pólvora, responsável pela expansão dos exércitos, a descoberta da penicilina por Alexander Flemming, responsável por curar o sofrimento de milhares de soldados de guerra, a descoberta da lâmpada e o domínio da eletricidade, a popularização dos computadores etc. Entretanto, se existe um divisor de águas na Odontologia, ele se chama: implante dentário.


Este elemento pequeno que simula uma raiz dentária artificial esperou mais de 30 anos para atingir todas as partes do globo, mas os resultados clínicos foram devastadores:


• Mudou toda a filosofia odontológica (puramente curativa e reconstrutiva): a chegada dos implantes fez com que os profissionais saíssem de uma fi losofia puramente tecnicista. Retornaram aos cursos de pós-graduação, com anseio de entender uma biologia óssea até então resumida à cicatrização, formação de um defeito e estética lançada à sorte. O número de livros, periódicos e palestras sobre o tema em meados dos anos 1990 e começo do ano 2000 era o carro-chefe. Este “vírus” se espalhou também pelos cursos de graduação.


• Devolveu a esperança aos milhões de desdentados totais: esperar que um paciente totalmente desdentado, com as arcadas maxilares atróficas, pudesse voltar a se alimentar e sorrir era algo insólito, digno de ficção científica, principalmente porque uma vez instalada a perda óssea e a remoção dos dentes, nada se podia fazer. Próteses totais e parciais removíveis eram persona non grata nos consultórios. Neste aspecto, os implantes foram usados nas regiões posteriores não só como elementos de
ancoragem, mas também como sustentáculos de membranas e enxertos ósseos e/ou biomateriais.


• Uniu definitivamente todas as especialidades odontológicas: na época, quem percebeu o que o implante representaria no consultório percebeu também que era preciso entender muito da sobrevida do elemento dentário para indicar corretamente o uso dos implantes osseointegrados.


Caro colega, hoje, podemos consagrar o implante dentário como integrante definitivo do nosso arsenal terapêutico. Que as próximas gerações briguem pelo aprimoramento da técnica (menos invasiva, sempre) e que os pacientes continuem a desfrutar deste verdadeiro milagre!


Adriano Forghieri, implantodontista e presidente da APCD.

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Você costuma morder as bochechas

Você costuma morder as bochechas involuntariamente
A Bichectomia é um processo muito comum e eficaz para mudar a aparência ou o tamanho do rosto, fazendo você parecer mais jovem, conseguindo rosto mais fino e alongado e tornando a estrutura facial mais definida. Outra indicação da Bichectomia é para aquelas pessoas que costumam morder as bochechas involuntariamente.

Especialistas dizem que nenhuma dieta é capaz de reduzir a gordura, somente a cirurgia é capaz de tira-la. Não importa se voce está acima do peso ou não, a gordura sempre estará presente.

A cirurgia é um procedimento simples e pode demorar de 30 a 50 min. É feito um pequeno corte de 1 ou 2 cm no interior da boca para retirada da gordura. Os resultados aparecem em 30 a 90 dias.

A recuperação é comparada  a extração um dente: inchaço local, repouso, alimentação e compressas geladas nos primeiros dias, não fazer atividades físicas, não tomar sol, repouso e seguir as medicações indicadas.

 

Fonte: Saúde - iG  (saude.ig.com.br)

-

2020 é um ano de mudanças. Eleve sua autoestima, faça já uma avaliação conosco. Tem alguma dúvida sobre a Bichectomia? Deixe nos comentários.

A Bichectomia é indicada para quem?

A Bichectomia é indicada para quem tem as maças do rosto grandes?
Primeiramente, é importante que seja feita uma avaliação facial completa, pois há duas situações que devem ser avaliadas: A Hipertrofia do músculo masseter, responsável pela mastigação. O músculo causa inchaço na parte de trás das bochechas e, segundo especialistas, a Bichectomia pode ter um resultado limitado. Outra situação está relacionada às maçãs do rosto, nesse caso cirurgia não irá aumentar o volume das maçãs do rosto, ela apenas causará um efeito visual de evidenciá-las.

Fonte: clinicarealize.com.br

Pra quê esperar mais tempo? Faça já uma avaliação conosco! Estamos te esperando.

Benefícios da cirurgia ortognática



Muitos distúrbios ortodônticos podem ser resolvidos com tratamentos simples. Aparelhos fixos, móveis, placas de tratamento de DTM (Disfunção TermoMandibular), entre outros podem ser feitos a médio e longo prazo sem grandes problemas.

Já alguns casos são um pouco mais complicados e precisam de intervenções mais diretas, incluindo até mesmo tratamentos cirúrgicos.

Esse é o caso de quem precisa recorrer a cirurgia ortognática, que é mais comum do que parece. Ela é recomendada para quem possui algum tipo de deformidade óssea na região bucomaxilofacial.

A cirurgia promove uma série de benefícios para a vida do paciente, tais como:

• Ajuda a aumentar as vias aéreas e também um melhor selamento labial, permitindo melhor respiração;
• Melhora do sistema gastrointestinal, pois, com a cirurgia, o paciente consegue mastigar melhor os alimentos, facilitando a digestão no estômago;
• Melhora da autoestima, já que há uma melhora estética do sorriso e da região da face com a operação;

Fonte: www.dicasdemulher.com.br