Higiene bucal segura e eficaz em bebês

Data: 29/08/2017

Autor: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/life-stages/infant-oral-care/article/sw-281474979303134


É essencial obter as informações corretas o mais cedo possível tratando-se de higiene bucal dos bebês. Embora os dentes de leite dos bebês sejam temporários, eles ainda estão suscetíveis a apresentarem cáries e infecções, e as mães também podem transferir bactérias nocivas para suas crianças, de acordo com o site Mouth Healthy (Boca Saudável) da Associação Dentária Americana (ADA) . Conhecer a abordagem correta da higiene bucal em cada estágio de desenvolvimento de seu bebê lhe ajudará a ter certeza de estar fornecendo os melhores cuidados possíveis.

Higiene bucal dos bebês é a sua própria higiene bucal

Uma boa higiene bucal do bebê começa com a saúde dentária da própria mãe. Bactérias que provocam doenças, chamadas “streptococcus mutans” podem ser facilmente transferidas pelas mães às crianças, de acordo com a Academia Americana de Pediatria, e podem causar cáries. Hábitos alimentares ruins podem aumentar a produção de bactérias e o risco de transferência a seu bebê, portanto tenha atenção com sua dieta e certifique-se de cuidar bem de sua higiene bucal.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças indicam que cáries na infância prematura, ou cáries dentárias que resultam em formação de cavidades, é uma doença infecciosa bastante disseminada em bebês nos EUA. Esta também é uma das doenças mais fáceis de evitar, já que tomar as medidas de prevenção adequadas podem evitar sua ocorrência e melhorar a saúde bucal.

Os cuidados mais eficazes em cada estágio
Siga estas etapas para garantir uma higiene bucal adequada para suas crianças:
1. Agende sua consulta com o dentista no segundo trimestre da gravidez. Limpeza e cuidados básicos serão práticas seguras para seu bebê, e reduzem os riscos de transmissão de bactérias e infecção.
2. Agende o primeiro exame de saúde bucal do bebê até ele completar um ano de idade, ou quando o primeiro dente nascer, de acordo com as indicações da ADA e da Associação Brasileira de Odontopediatria. Os objetivos desta primeira visita são:
• Avaliação de riscos: o pediatra irá verificar se quaisquer etapas adicionais deverão ser tomadas com base no exame inicial.
• Educação: Os pediatras recomendam visitas de rotina a cada seis meses nos primeiros cinco anos de seu filho.
• Referências: Isto significa escolher um odontopediatra que fornecerá cuidados completos e consistentes ao longo dos próximos anos.
3. No primeiro ano de vida, limpe as gengivas de seu bebê no mínimo duas vezes por dia, durante a manhã e à noite, e após as amamentações, para prevenir o aparecimento de bactérias e acúmulo de comida. A melhor técnica é enrolar seu dedo indicador em uma gaze limpa e úmida, e gentilmente limpar as gengivas de seu bebê.
4. Quando os dentes começarem a nascer, limpe-os com um creme dental sem flúor e uma escova de dente infantil My First Colgate Sem Flúor™. Procure por escovas de cerdas macias e de fácil aderência nas mãos para bebês e crianças de até dois anos de idade.

O que evitar?

Evite uma exposição excessiva ao flúor. Você deverá consultar seu dentista ou pediatra para obter informações sobre o uso de flúor. Não deixe seu bebê cair no sono durante a amamentação ou com uma mamadeira em sua boca; isto minimizará o risco de desenvolvimento bactérias. Por fim, não compartilhe seus utensílios, como canudos ou copos. Lembre-se que as bactérias podem ser transmitidas e causar infecções.
Colocar todas estas ações em práticaspoderão garantir ao seu bebê os mais seguros e eficazes cuidados bucais. Definitivamente, isto trará mais tranquilidade para pais e crianças!

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Você costuma morder as bochechas

Você costuma morder as bochechas involuntariamente
A Bichectomia é um processo muito comum e eficaz para mudar a aparência ou o tamanho do rosto, fazendo você parecer mais jovem, conseguindo rosto mais fino e alongado e tornando a estrutura facial mais definida. Outra indicação da Bichectomia é para aquelas pessoas que costumam morder as bochechas involuntariamente.

Especialistas dizem que nenhuma dieta é capaz de reduzir a gordura, somente a cirurgia é capaz de tira-la. Não importa se voce está acima do peso ou não, a gordura sempre estará presente.

A cirurgia é um procedimento simples e pode demorar de 30 a 50 min. É feito um pequeno corte de 1 ou 2 cm no interior da boca para retirada da gordura. Os resultados aparecem em 30 a 90 dias.

A recuperação é comparada  a extração um dente: inchaço local, repouso, alimentação e compressas geladas nos primeiros dias, não fazer atividades físicas, não tomar sol, repouso e seguir as medicações indicadas.

 

Fonte: Saúde - iG  (saude.ig.com.br)

-

2020 é um ano de mudanças. Eleve sua autoestima, faça já uma avaliação conosco. Tem alguma dúvida sobre a Bichectomia? Deixe nos comentários.

A Bichectomia é indicada para quem?

A Bichectomia é indicada para quem tem as maças do rosto grandes?
Primeiramente, é importante que seja feita uma avaliação facial completa, pois há duas situações que devem ser avaliadas: A Hipertrofia do músculo masseter, responsável pela mastigação. O músculo causa inchaço na parte de trás das bochechas e, segundo especialistas, a Bichectomia pode ter um resultado limitado. Outra situação está relacionada às maçãs do rosto, nesse caso cirurgia não irá aumentar o volume das maçãs do rosto, ela apenas causará um efeito visual de evidenciá-las.

Fonte: clinicarealize.com.br

Pra quê esperar mais tempo? Faça já uma avaliação conosco! Estamos te esperando.

Benefícios da cirurgia ortognática



Muitos distúrbios ortodônticos podem ser resolvidos com tratamentos simples. Aparelhos fixos, móveis, placas de tratamento de DTM (Disfunção TermoMandibular), entre outros podem ser feitos a médio e longo prazo sem grandes problemas.

Já alguns casos são um pouco mais complicados e precisam de intervenções mais diretas, incluindo até mesmo tratamentos cirúrgicos.

Esse é o caso de quem precisa recorrer a cirurgia ortognática, que é mais comum do que parece. Ela é recomendada para quem possui algum tipo de deformidade óssea na região bucomaxilofacial.

A cirurgia promove uma série de benefícios para a vida do paciente, tais como:

• Ajuda a aumentar as vias aéreas e também um melhor selamento labial, permitindo melhor respiração;
• Melhora do sistema gastrointestinal, pois, com a cirurgia, o paciente consegue mastigar melhor os alimentos, facilitando a digestão no estômago;
• Melhora da autoestima, já que há uma melhora estética do sorriso e da região da face com a operação;

Fonte: www.dicasdemulher.com.br