Cirurgia Ortognática: estética ou função? A ideia da beleza facial

Data: 01/11/2012

Autor: Comunicação Dr.Tiago Tavares


Relembrando o conceito, cirurgia ortognática é executada por um cirurgião buco-maxilo-facial, com o intuito de melhorar o encaixe dos dentes e consequentemente a melhora da estética facial.

A face é definida como o principal fator na atratividade de um indivíduo. A aparência é uma das funções primárias da face. A globalização e a mistura de etnias têm proporcionado novos padrões de beleza na estética da face.

A maioria dos pacientes que visitam o cirurgião buco-maxilo-facial são acompanhados de queixas estéticas em sua face e em seus dentes.

A odontologia moderna tem se preocupado cada vez mais com a estética do sorriso e a sua integração e proporcionalidade com a face. O contorno do sorriso e sua relação com os dentes e o perfil de face harmônico são os pontos chave para uma cirurgia ortognática.

Conhecimentos de padrões de beleza impostos pela mídia consumista têm enfatizado aos consumidores, ou seja, aos pacientes, padrões de beleza que funcionam como agente norteador na decisão do tratamento para cirurgia ortognática. Os pacientes estão cada vez mais exigentes e participativos.

O principal benefício da cirurgia ortognática é a melhora do padrão psicossocial, uma vez que a face proporciona um significado importante na vida e interatividade social. Estudos internacionais recentes comprovam isto e demonstram ainda que indivíduos que necessitam de cirurgia ortognática são mais retraídos, apresentam baixa autoestima e elevados níveis de ansiedade.

Concluindo, cirurgia ortognática: estética ou função? Por que não as duas coisas?

 

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Cirurgia Ortognática

Cirurgia ortognática

Cirurgia Ortognática é o procedimento realizado por Cirurgiões-Dentistas especialistas em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, para correção dos maxilares e dentes.

É indicada nas situações em que o paciente não possui o encaixe correto dos dentes (Má oclusão dentária) e ao mesmo tempo possui a maxila ou a mandíbula muito para frente ou muito para trás.
Características transmitida geneticamente originam um queixo longo ou curto demais.

A correção estética e principalmente funcional dos maxilares é o principal objetivo da cirurgia ortognática. O aparelho ortodôntico deve ser utilizado antes e após a cirurgia.

Agende uma consulta com Dr. Tiago Tavares para avaliação específica do seu caso.

Mentoplastia. Cirurgia para aumentar ou ...

Mentoplastia.
A indicação da cirurgia é para corrigir defeitos estéticos ou funcionais. Podendo envolver correção de assimetrias e também no auxílio do tratamento da apnéia do sono.

O planejamento é diferente para homens e mulheres, sendo levado em conta o formato do rosto e padrões de etnias. A posição do lábio inferior e a ponta do queixo são alteradas com a mentoplastia, proporcionando um perfil de face mais harmônico e equilibrado.

O procedimento é indicado quando ocorre a finalização completa do crescimento do paciente.

A maior vantagem da Mentoplastia feita por um Cirurgião BucoMaxiloFacial é que os tecidos do próprio paciente são reposicionados, sem a necessidade de inserir uma prótese de silicone ou metacrilato. Isto proporciona ao paciente um novo perfil de face com mais naturalidade.

Para saber mais informações, agende uma consulta com Dr. Tiago Tavares para avaliação específica do seu caso.

Cirurgia ortognática.

O procedimento cirúrgico visa a fazer uma correção das alterações faciais e dar mais qualidade de vida para os pacientes. “Orto” vem de correto, e “gnatos” significa maxilares. As melhorias vão além da estética: a mordida do paciente também melhora.
Esse procedimento ajuda a obter o equilíbrio anatômico do rosto.
Como funciona a cirurgia ortognática?
• Ela busca o equilíbrio anatômico da face.
• É indicada quanto o aparelho ortodôntico não consegue reparar um problema.
• Corrige deformidades ocasionadas por anomalias.
• O trabalho tem início com a ortodontia, antes de ser encaminhado para a cirurgia.
• São feitos exames detalhados para avaliar o problema do paciente.
• Pacientes a partir de 17 anos de idade podem realizá-la.