Cirurgia Ortognática - Principais Esclarecimentos

Data: 19/07/2012

Autor: Comunicação Dr.Tiago Tavares










CIRURGIA ORTOGNÁTICA
é o procedimento realizado por Cirurgiões-Dentistas especialistas em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, para correção das deformidades dento faciais, ou seja, o mau posicionamento dos maxilares e dentes. Os tecidos moles da face, ou seja, a musculatura e pele sobrejacente acompanham esta desarmonia. Características transmitidas geneticamente perfazem um queixo longo ou curto demais. A correção estética e principalmente funcional dos maxilares é o principal objetivo da cirurgia ortognática. O aparelho ortodôntico deve ser utilizado antes a após a cirurgia.

1) Quando eu preciso de Cirurgia Ortognática?
Quando os dentes superiores não encaixam perfeitamente com os dentes inferiores dá-se o nome de má oclusão dentária. A base óssea para os dentes superiores é a maxila, e a base óssea para os dentes infeiores é a mandíbula. Por um fator de genética, o osso maxilar e ou mandibular podem estar em uma posição inadequada fisiologicamante. Em consequencia disto, os dentes também estarão fora de suas posições corretas.
Portanto a cirurgia Ortognática estará indicada para adequar corretamente os ossos maxilar e mandibular em sua posição correta e a Ortodontia para posicionar os dentes em sua posição desejada para o perfeito equilíbrio da oclusão (mordida) e da face.

2) Quais os profissionais envolvidos na Cirurgia Ortognática?
O Cirurgião Bucomaxilofacial e Ortodontista são os profissionais responsáveis pelo diagnóstico, planejamento, execução e finalização do caso.

3) Esta cirurgia pode ser realizada no consultório sob sedação?
Não. A cirurga Ortognática é realizada em um seguro centro cirúrgico hospitalar sob anestesia geral.

4) Quanto tempo ficarei internado?
De 1 a 2 dias.

5) Quais os tipos de Cirurgia Ortognática?
A Cirurgia pode ser na maxila (maxilar superior) e ou na mandíbula (maxilar inferior), associada ou não ao mento ("ponta do queixo"). Isto será definido pelas suas características faciais, medidas radiográficas e dos modelos de gesso.

6) Ficarei impossibilitado de abrir a boca após a cirurgia?
Não. Com o advento das fixações ósseas por meio de miniplacas e miniparafusos, não existe a necessidade de bloqueio dos dentes e maxilares.

7) Existe cicatriz no pós operatório?
Não. A cirurgia atualmente é realizada totalmente por dentro da boca.

8) Como é o pós operatório?
A Cirurgia Ortognática é um procedimento que inevitavelmente proporciona edema em face, podendo ser associado a pequenos pontos de equimose (roxos) na pele, porém não há relatos de dor por parte dos pacientes. É possível e viável falar no pós operatório imediato. O tempo de recuperação é de aproximadamente 1 semana. É importante levar em consideração o tipo de Cirurgia Ortognática envolvida e a resposta fisiológica de cada indivíduo.

9) Quanto tempo demora o tratamento ortodôntico?
Em média de 6 meses a 1 ano e meio antes da cirurgia; e 6 meses a 1 ano após a cirurgia.

10) O que acontece se eu fizer somente o tratamento ortodôntico e não realizar a cirurgia Ortognática?
Uma vez a ortodontia realizada isoladamente o seu problema será mascarado, e não resolvido. Os dentes estarão em uma posição quase aceitável, os ossos maxilares continuarão em uma posição inadequada fisiologicamente, não haverá equilíbrio na oclusão dentária e a harmonia facial ficará comprometida.

11) Quanto custa uma Cirurgia Ortognática?
O planejamento envolvido pode consistir em uma cirurgia que envolva somente um maxilar ou em conjunto com o outro maxilar e o mento (queixo), para isto existe a necessidade de analisar exames radiográficos para que medidas angulares e lineares sejam feitas individualmente. Outras variáveis como o Hospital, tempo de internação e tipo de material utilizado interfere no planejamento financeiro de cada caso. A cirurgia ortognática consta no rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), portanto uma grande fatia deste investimento é coberta pelos planos de saúde hospitalares.

 

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Você costuma morder as bochechas

Você costuma morder as bochechas involuntariamente
A Bichectomia é um processo muito comum e eficaz para mudar a aparência ou o tamanho do rosto, fazendo você parecer mais jovem, conseguindo rosto mais fino e alongado e tornando a estrutura facial mais definida. Outra indicação da Bichectomia é para aquelas pessoas que costumam morder as bochechas involuntariamente.

Especialistas dizem que nenhuma dieta é capaz de reduzir a gordura, somente a cirurgia é capaz de tira-la. Não importa se voce está acima do peso ou não, a gordura sempre estará presente.

A cirurgia é um procedimento simples e pode demorar de 30 a 50 min. É feito um pequeno corte de 1 ou 2 cm no interior da boca para retirada da gordura. Os resultados aparecem em 30 a 90 dias.

A recuperação é comparada  a extração um dente: inchaço local, repouso, alimentação e compressas geladas nos primeiros dias, não fazer atividades físicas, não tomar sol, repouso e seguir as medicações indicadas.

 

Fonte: Saúde - iG  (saude.ig.com.br)

-

2020 é um ano de mudanças. Eleve sua autoestima, faça já uma avaliação conosco. Tem alguma dúvida sobre a Bichectomia? Deixe nos comentários.

A Bichectomia é indicada para quem?

A Bichectomia é indicada para quem tem as maças do rosto grandes?
Primeiramente, é importante que seja feita uma avaliação facial completa, pois há duas situações que devem ser avaliadas: A Hipertrofia do músculo masseter, responsável pela mastigação. O músculo causa inchaço na parte de trás das bochechas e, segundo especialistas, a Bichectomia pode ter um resultado limitado. Outra situação está relacionada às maçãs do rosto, nesse caso cirurgia não irá aumentar o volume das maçãs do rosto, ela apenas causará um efeito visual de evidenciá-las.

Fonte: clinicarealize.com.br

Pra quê esperar mais tempo? Faça já uma avaliação conosco! Estamos te esperando.

Benefícios da cirurgia ortognática



Muitos distúrbios ortodônticos podem ser resolvidos com tratamentos simples. Aparelhos fixos, móveis, placas de tratamento de DTM (Disfunção TermoMandibular), entre outros podem ser feitos a médio e longo prazo sem grandes problemas.

Já alguns casos são um pouco mais complicados e precisam de intervenções mais diretas, incluindo até mesmo tratamentos cirúrgicos.

Esse é o caso de quem precisa recorrer a cirurgia ortognática, que é mais comum do que parece. Ela é recomendada para quem possui algum tipo de deformidade óssea na região bucomaxilofacial.

A cirurgia promove uma série de benefícios para a vida do paciente, tais como:

• Ajuda a aumentar as vias aéreas e também um melhor selamento labial, permitindo melhor respiração;
• Melhora do sistema gastrointestinal, pois, com a cirurgia, o paciente consegue mastigar melhor os alimentos, facilitando a digestão no estômago;
• Melhora da autoestima, já que há uma melhora estética do sorriso e da região da face com a operação;

Fonte: www.dicasdemulher.com.br