Benefícios do açúcar mascavo: razões para abandonar o branco

Data: 07/07/2014

Autor: Comunicação Dr.Tiago



Parece que não adianta tentar fugir dele. Açúcar faz mal à saúde, mas é difícil imaginar a vida sem seu sabor. Aquele bolo gostoso no fim de semana, aquela sobremesa preferida e o contraponto perfeito para o amargo do café. A gente dá duro para evitar ao máximo e colocar o mínimo de colherinhas, mas quando sente o doce na boca, se rende exatamente ao grande problema do açúcar: ele vicia.

O ideal seria liberar o paladar dessa substância que pouco oferece ao organismo. Fruto de um intenso processo de transformação, ao açúcar pouco resta da sua rica origem – a cana. O doce que nosso corpo precisa está nos próprios alimentos, principalmente nos cereais integrais como o arroz ou tubérculos como a bata-doce e a beterraba.

Mas, às vezes, parece mais forte do que a gente e, de repente, só mesmo o doce do açúcar resolve. Nessas horas, é melhor ter à mão soluções menos prejudiciais e que oferecem algum tipo de benefício ao organismo. “O açúcar mascavo é semirefinado, ou seja, uma versão mais integral dos cristais de açúcar da cana e, por isso, preserva ainda vitaminas e minerais que no branco e no demerara já não existem mais”, afirma a nutricionista Priscila Lese.



Propriedades do açúcar mascavo

O açúcar mascavo é mais escuro, marrom ou dourado, exatamente porque ainda não perdeu o melaço da cana onde vivem quantidades significativas de cálcio, ferro, potássio e magnésio. “Quanto mais escuro o açúcar, mais vitaminas e minerais ele tem”, afirma Lese. Mas não se engane: ele continua sendo tão calórico e prejudicial quanto o branco e oferece as mesmas restrições de consumo aos diabéticos.

Ele também pode exigir um tempo até que nos acostumemos. Com mais personalidade do que a versão refinada, o açúcar mascavo tem gosto forte e interfere no sabor dos alimentos. “Mas o benefício principal da versão escura do açúcar faz valer a pena a troca”, garante a profissional. “Só o fato de ele não ter recebido o tratamento químico que os cristais branquinhos receberam já é motivo suficiente para investir na substituição”, garante a profissional.

Segundo a nutricionista, os aditivos químicos presentes no açúcar branco são verdadeiros inimigos da boa saúde e deveriam ser evitados sempre que possível. “Adotar a estratégia de ter apenas açúcar mascavo em casa é uma excelente maneira de reeducar nosso paladar e, aos poucos, encontrar o doce natural dos alimentos”, conclui a nutricionista.

Fonte: http://bemleve.bolsademulher.com/

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Porque as dietas de emagrecimento não ...

Bola de Bichat

Bola de Bichat é uma estrutura gordurosa presente na região das bochechas que torna a face mais arredondada. Em muitos pacientes, essa camada de gordura é relativamente maior do que em outros, podendo alterar o formato do rosto deixando-o redondo.

Infelizmente, as dietas de emagrecimento não contribuem para o desaparecimento da Bola de Bichat, pois esta é uma das últimas gorduras a serem consumidas pelo organismo. Ela só diminui quando o indivíduo já queimou praticamente todas as outras.

Mas é aí que entra a finalidade da bichectomia, que é puramente estética: reduzir o volume das bochechas e afinar o rosto.

Fonte: rsaude.com.br

Deixe suas dúvidas sobre a bichectomia nos comentários! Também teremos a maior felicidade em te atender. Marque já uma avaliação!

Cirurgia Ortognática: correção completa ...

Ortognática

A Cirurgia Ortognática é indicada para vários tipos de anomalias ósseas, desde crescimentos deficientes a exagerados, em todos os sentidos. Para que possa ser realizada, após a diagnóstico da condição do paciente, várias avaliações são feitas para planejar a melhor forma de tratamento. Na criança, normalmente tenta-se corrigir o problema com o uso de aparelhos ortodônticos e ortopédicos que atuem também no crescimento ósseo. Porém, quando o portador da anomalia for adulto, o tratamento ortodôntico isolado não será suficiente para a correção, porque o processo de crescimento da face já terá se encerrado. Nesses casos, a cirurgia ortognática será necessária para a correção completa do problema.
Fonte: www.fo.usp.br

Tem mais dúvidas sobre a Cirurgia Ortognática? Faça já uma avaliação conosco ou deixe sua dúvida nos comentários!

Bichectomia: fazendo a escolha certa

Bichectomia: fazendo a escolha certa


Na bichectomia, antes de tudo, é necessário fazer a escolha correta de um bom cirurgião especialista que trabalhe em uma boa clínica com uma boa equipe. Dessa forma os riscos são minimizados.
Com o sucesso dessa cirurgia, se atentar a esses fatores é muito importante para ter uma cirurgia tranquila e com resultados satisfatórios.
Escolha um profissional que seja experiente e conheça da anatomia facial!
Você tem dúvidas sobre o assunto? Deixe aqui nos comentários! Ou, se preferir, marque já uma avaliação conosco.

#Bichectomia #Goiânia #Estética