A respiração bucal e as deformidades dento-faciais

Data: 06/08/2014

Autor: Comunicação Dr.Tiago



Atualmente, os problemas respiratórios na infância estão cada vez mais freqüentes, porém pouca gente sabe, da relação desses problemas, principalmente nas crianças que respiram constantemente pela boca, com os problemas ortodônticos, a maloclusão dentária.

A respiração é junto com a mastigação, um dos principais fatores que contribuem para o correto desenvolvimento dos ossos maxilares e conseqüentemente um correto posicionamento dos dentes.

Quando a criança passa a respirar pela boca, várias alterações começam a ocorrer:

Passa a manter a boca aberta a maior parte do tempo
A língua passa a ficar mais baixa, junto ao assoalho da boca, em contato apenas com os dentes de baixo
A criança, para facilitar a respiração bucal, projeta a cabeça para a frente, esticando o pescoço, mudando a postura da coluna cervical

Essas alterações, junto com a inversão da passagem do ar (o ar passa a entrar e sair pela boca e não pelo nariz) aos poucos vão trazendo alterações para os ossos maxilares, para as arcadas dentárias e para o posicionamento correto dos dentes.

As principais alterações que vemos são o céu da boca alto e estreito, as mordidas cruzadas (quando os dentes de cima encaixam por dentro e os de baixo por fora) que podem ser uni ou bilaterais, as mordidas abertas (quando os dentes da frente não se tocam, ficando um espaço entre eles), os apinhamentos dentários (pela falta de espaço os dentes ficam amontoados) e as retrusões mandibulares (falta de crescimento da mandíbula, o osso onde ficam os dentes de baixo, deixando um espaço horizontal grande entre os dentes anteriores de cima e os de baixo).

As causas principais do aparecimento da respiração bucal são as obstruções das vias aéreas superiores, e podem ser devido à:

Obstruções nasais por alergias (Rinites e Rinossinusites)
Hipertrofia de cornetos
Desvio de septo
Adenóides aumentas
Amídalas aumentadas

A respiração bucal, hoje, pelo conjunto de sinais e sintomas associados a ela, é conhecida como a Síndrome do Respirador Bucal.

O respirador bucal além das características descritas acima ainda apresenta uma face característica, com:

Nariz estreito
Narinas afiladas
Lábio superior curto
Boca entreaberta
Olheiras acentuadas

Também pode apresentar baixo rendimento escolar, ser irriquieto, sonolento, apresentar cansaço intenso com pouco exercício físico, Ronca e baba a noite e é um forte candidaqto a apresentar apnéia do sono, ainda na infância.

É um problema sério, que envolve para o seu tratamento, vários profissionais. Em geral, o tratamento da respiração bucal envolve os médicos,principalmente o Otorrinolaringologista, que vai tratar as causas da obstrução nasal, o Ortodontista ou Ortopedista dos maxilares que vai atuar nas seqüelas bucais da respiração bucal, corrigindo os dentes e arcadas dentárias, bem como Fonoaudióloga e Fisioterapeuta.

Como toda alteração que envolve o crescimento e desenvolvimento dos ossos maxilares e arcadas dentárias, o tratamento ortodôntico das seqüelas da respiração bucal deve ser o mais precoce possível, mesmo enquanto a criança ainda tem os dentes de leite, para que essas alterações não se perpetuem durante o crescimento da criança, tornando mais difícil seu tratamento no futuro.

Fonte: www.portaldasaudebucal.com.br

Voltar

OUTRAS POSTAGENS

Você costuma morder as bochechas

Você costuma morder as bochechas involuntariamente
A Bichectomia é um processo muito comum e eficaz para mudar a aparência ou o tamanho do rosto, fazendo você parecer mais jovem, conseguindo rosto mais fino e alongado e tornando a estrutura facial mais definida. Outra indicação da Bichectomia é para aquelas pessoas que costumam morder as bochechas involuntariamente.

Especialistas dizem que nenhuma dieta é capaz de reduzir a gordura, somente a cirurgia é capaz de tira-la. Não importa se voce está acima do peso ou não, a gordura sempre estará presente.

A cirurgia é um procedimento simples e pode demorar de 30 a 50 min. É feito um pequeno corte de 1 ou 2 cm no interior da boca para retirada da gordura. Os resultados aparecem em 30 a 90 dias.

A recuperação é comparada  a extração um dente: inchaço local, repouso, alimentação e compressas geladas nos primeiros dias, não fazer atividades físicas, não tomar sol, repouso e seguir as medicações indicadas.

 

Fonte: Saúde - iG  (saude.ig.com.br)

-

2020 é um ano de mudanças. Eleve sua autoestima, faça já uma avaliação conosco. Tem alguma dúvida sobre a Bichectomia? Deixe nos comentários.

A Bichectomia é indicada para quem?

A Bichectomia é indicada para quem tem as maças do rosto grandes?
Primeiramente, é importante que seja feita uma avaliação facial completa, pois há duas situações que devem ser avaliadas: A Hipertrofia do músculo masseter, responsável pela mastigação. O músculo causa inchaço na parte de trás das bochechas e, segundo especialistas, a Bichectomia pode ter um resultado limitado. Outra situação está relacionada às maçãs do rosto, nesse caso cirurgia não irá aumentar o volume das maçãs do rosto, ela apenas causará um efeito visual de evidenciá-las.

Fonte: clinicarealize.com.br

Pra quê esperar mais tempo? Faça já uma avaliação conosco! Estamos te esperando.

Benefícios da cirurgia ortognática



Muitos distúrbios ortodônticos podem ser resolvidos com tratamentos simples. Aparelhos fixos, móveis, placas de tratamento de DTM (Disfunção TermoMandibular), entre outros podem ser feitos a médio e longo prazo sem grandes problemas.

Já alguns casos são um pouco mais complicados e precisam de intervenções mais diretas, incluindo até mesmo tratamentos cirúrgicos.

Esse é o caso de quem precisa recorrer a cirurgia ortognática, que é mais comum do que parece. Ela é recomendada para quem possui algum tipo de deformidade óssea na região bucomaxilofacial.

A cirurgia promove uma série de benefícios para a vida do paciente, tais como:

• Ajuda a aumentar as vias aéreas e também um melhor selamento labial, permitindo melhor respiração;
• Melhora do sistema gastrointestinal, pois, com a cirurgia, o paciente consegue mastigar melhor os alimentos, facilitando a digestão no estômago;
• Melhora da autoestima, já que há uma melhora estética do sorriso e da região da face com a operação;

Fonte: www.dicasdemulher.com.br