Bichectomia

A Bichectomia, procedimento para afinar o rosto por meio da retirada de gordura das bochechas, é muito seguro e eficiente, porém como todo procedimento há riscos e limitações.

A face é uma região que apresenta muitas estruturas nobres como veias, artérias, nervos, ductos salivares e etc. Na respectiva região a ser operada para a Bichectomia, a área acessada localiza-se entre dois músculos da mastigação, acesso simples por dentro da boca, próximo ao siso. Para que o procedimento seja feito de maneira segura e eficiente, procure um especialista – Cirurgião Buco-Maxilo-Facial, com registro no Conselho Regional e Federal de Odontologia, para que você tenha segurança.

Uma limitação encontrada para esta cirurgia é para pessoas que estão muito acima do peso. A Bichectomia retira o excesso de gordura das bochechas, não tendo o poder de emagrecimento da face como um todo. Isto deve ficar bem claro para não haver decepções com o resultado.

Agende uma consulta com o Dr. Tiago Tavares e seja bem vindo (a)!

Agende uma consulta com Dr. Tiago Tavares para avaliação específica do seu caso.

ENTRAR EM CONTATO
Cirurgia Ortognática
Hospital São Francisco

Próximo / Anterior

1. Por que este nome – Bichectomia?

Este termo se refere a – remoção da bola de bichat - nome dado a uma bola de gordura localizada na face, entre dois músculos da mastigação, e que pode ser removida para dar uma aspecto mais fino ao rosto, quando bem indicada.

2. Como saber se a Bichectomia é realmente a solução para mim?

Na consulta inicial o cirurgião bucomaxilofacial irá avaliar se realmente a bichectomia está indicada. Existem algumas pessoas que de nada adiantaria a bichectomia, pois a queixa do paciente está concentrada em outra região, por exemplo: paciente com sobrepeso, hipertrofia do músculo masseter, sulco nasogeniano aprofundado (bigode chinês).

3. Como é feita a Bichectomia?

Procedimento realizado no próprio consultório sob anestesia local, geralmente sem sedação, com uma pequena incisão de 1,5 cm próximo ao segundo molar superior, com duração de 12 a 15 minutos de cada lado. Pontos simples são realizados e o paciente já pode voltar para casa até mesmo dirigindo seu próprio veículo.

4. Qual o tempo de recuperação da Bichectomia?

Dependendo do trabalho do paciente, o mesmo pode voltar a trabalhar em 02 dias. O tempo de recuperação é mais ou menos o mesmo da extração de um siso.

5. Quais os cuidados no pós-operatório?

Dieta fria e compressa gelada nos 03 primeiros dias auxiliam bastante na recuperação. Anti-inflamatório e analgésico são prescritos por 03 dias.

6. Quais os riscos da Bichectomia?

O cirurgião avalia o estado de saúde geral do paciente e se necessário solicita exames pré-operatórios. A região da bochecha apresenta músculos, ducto salivar, vaso e nervo. Como toda técnica cirúrgica, o conhecimento anatômico por parte do cirurgião é imprescindível para uma cirurgia de sucesso. Algumas matérias da publicidade relatam que existe a proximidade com o nervo que movimenta a face, podendo causar danos ao paciente. Na verdade, o nervo facial passa mais superficialmente a pele da bochecha; a incisão para bichectomia acontece por dentro da boca. Portanto, existe uma zona de segurança que o cirurgião com destreza pode trabalhar.

7. A Bichectomia deixa o rosto mais flácido com o envelhecimento?

Não interfere com o envelhecimento quando o cirurgião avalia com cautela a quantidade correta para retirar.

8. Precisa fazer exames pré-operatórios?

Ao avaliar o estado de saúde geral, o cirurgião indica a necessidade de algum exame em específico.

9. Precisa estar em jejum?

Quando o procedimento é realizado somente com a infiltração de anestésico local, não necessita de jejum pré-operatório; caso o paciente opte por sedação para dar maior tranquilidade emocional, necessita de jejum de 06 horas.

10. Quando é indicado este tipo de cirurgia?

Quando o paciente se queixa de ter sua bochecha grande. Alguns pacientes se sentem complexados por isso.

11. Não há o risco do resultado ficar artificial?

O cirurgião avalia a quantidade necessária para ser removida sem prejuízo ao paciente.

12. Pessoas muito jovens podem fazer este procedimento?

A bichectomia é melhor indicada em pacientes com o crescimento finalizado.

13. A textura da pele, ou a qualidade, pode ser modificada com essa operação?

A bichectomia em nada altera a textura, cor ou flacidez da pele.

14. Pode trazer algum problema para se alimentar?

Não, a bichectomia não traz prejuízo funcional algum ao paciente - seja na fala, mastigação ou deglutição.

15. Quem fez a bichectomia, diz o quê?

Os pacientes dizem que valeu a pena por ter um rosto mais fino com uma cirurgia tão simples, não sentem dor e por fim sempre acabam indicando um amigo(a), irmã(ao) ou um conhecido(a).